Amargo e Doce Desejo
"O desejo é uma força poderosa que pode ser usada para fazer as coisas acontecerem!"
26 de Julho de 2013

Amigos, apesar da crise que se faz sentir no nosso país, aqui a Palomina ainda tem a sorte e ousadia de poder dizer aquilo que muitos não podem.

Vou de férias, vou ausentar-me durante 15 dias.

Vou entregar-me ao sol, à areia e ao mar.

Vou aproveitar para ler, enquanto vou espreitando de vez em quando, aqueles "pães tostadinhos" que costumam passear pela praia.

Vou sentar-me numa esplanada a comer um gelado e sorrir, conversar e desfrutar ao máximo do descanso merecido!

Fui........................e.......................algo me diz que vou trazer novidades!!

  

publicado por Palomina às 14:42 link do post
24 de Julho de 2013

publicado por Palomina às 23:03 link do post
24 de Julho de 2013

"Mais do que ontem e menos do que amanhã."

publicado por Palomina às 17:47 link do post
23 de Julho de 2013

A minha alma tem gavetas...mas com o passar do tempo algumas já não fecham como eu queria. Não sei se o erro é meu, ou se será culpa do "material" com que foram feitas, talvez seja mais isso. Tenho também outro problema, o de não poder reclamar ao fabricante...poder até posso, mas sei que não iria conseguir a compostura desejada.

Sendo assim, pensei que talvez pudesse trocar essas gavetas por umas caixas, que podessem ser bem isoladas, onde possa arrumar algumas atitudes, algumas pessoas e até alguns sentimentos. Apenas arrumar, deixa-los ali sossegados, até surgir o dia em que eu saiba como os gerir verdadeiramente.

E um dia talvez, eu fosse abrir as caixas para remexer naquilo tudo e talvez tire de lá de dentro aquilo que guardei. Ou então, talvez não.

 

Mas enquanto procuro as caixas e não encontro as mais apropriadas para o efeito pretendido, penso e reflito:

E se, em vez de arrumar isso tudo em caixas, não arrumar a minha cabeça??

Talvez seja esse o modo mais correto e sensato que preciso realmente.

 

Sendo assim....vou até ali arrumar a minha cabeça, e quando estiver tudo arrumadinho no seu devido lugar, aparecerei novamente "renovada", ou pelo menos asim o espero.

 

publicado por Palomina às 13:46 link do post
22 de Julho de 2013

publicado por Palomina às 22:46 link do post
22 de Julho de 2013

publicado por Palomina às 15:04 link do post
21 de Julho de 2013

Sei...é domingo!

Poderia dormir mais um pouco, mas já dormi o suficiente.

Sei que...foste "passear"......ao encontro daquele teu outro vício, que ambos sabemos que te estropia aos poucos.

Sei que...não gosto muito de te saber por lá...mas quanto a isso, pouco ou nada posso fazer.

Eu sei!

E sei também que neste momento, me apetece fazer um disparate.

Roubar-te um beijo.

Mas, roubar um beijo não é um disparate, deves pensar tu.

Digo disparate, ao ponto de te ligar e fazer com que te afastes desse tal vício e pedir-te que venhas em meu encontro até ao café X.

Já no café, a meio da conversa onde te justifico o porquê do meu disparate, roubo-te um beijo.

Apenas um.

Sei que vou deixar-te a olhar o teto.

Sei que quero devolver-te as nossas memórias.

E depois, enquanto pagas a conta.

Fujo-te sem nada te dizer.

 

Depois de me perderes de vista, ficas com vontade de mais...

Eu sei...

Eu também...!!

publicado por Palomina às 09:37 link do post
19 de Julho de 2013

A meio de uma conversa ele dizia-lhe:

(...)

" - Eu sabia que estavas a saborear!"

Ela pergunta-lhe:

" - Como sabes isso?"

Ele responde:

" - Sei, porque, escorres tesão, quando te penetro!"

publicado por Palomina às 14:44 link do post
19 de Julho de 2013

publicado por Palomina às 06:56 link do post
17 de Julho de 2013

...foi mais do mesmo!!

Sabe bem, dar umas braçadas descontraídamente, para que possamos pôr as ideias em dia, sem que tropecemos em A, B ou C.

publicado por Palomina às 21:37 link do post
17 de Julho de 2013

Temos tudo pra dar certo

Temos o vento a favor

Temos o caminho aberto

Vamos ao sabor

Temos o sol pela frente

Onde quer que a gente vá

Então, porque é que a gente não se dá?

 

Temos pedras no caminho

Toda a gente as tem

Deixa estar, não estás sózinho

Tens-me a mim também

Temos mais que mil defeitos

E perfeitos já não há.

Então, porque é que a gente não se dá?

 

Podem vir de frases feitas

Cheios de boas intenções

Ainda não há receitas

Pra encontrar dois corações

Podem vir de qualquer lado

Apesar do que lá vem

Eu não te troco por ninguém.

Eu não te troco por ninguém.

 

O estudo pra dar certo

Reunimos condições

Caminhamos lado a lado

Em diferentes direções

Gosto de te ter por perto

O melhor ainda lá vem

Afinal a gente, até se dá bem

Afinal a gente, até se dá bem.

 

Podem vir de frases feitas

Cheios de boas intenções

Ainda não há receitas

Pra encontrar dois corações

Podem vir de qualquer lado

Apesar do que lá vem

Eu não te troco por ninguém.

Eu não te troco por ninguém.

(bis)

publicado por Palomina às 14:40 link do post
16 de Julho de 2013

 

 
São seis e quarenta e três quando olhei para o relógio, vou deixando-me acordar lentamente, até que sinta os meus pensamentos todos em ordem. Dessa vez não foi preciso levantar-me a correr com o despertador a obrigar-me.

Naquele dia, estava uma manhã serena e fresca com algum nevoeiro, sabe bem...sentir essa frescura na pele e no rosto ao mesmo tempo que nos deixamos invadir por um sorriso aliado de loucura quando começamos a dirigir e a rever mentalmente cada passo de um dia passado na semana anterior.

Olho-me para dentro, sózinha sorrio e estremeço...

Por breves instantes vejo-me a mim....depois vejo-me com outra pessoa e cada pedaço de tempo guardado em mim, parece que se espalha diante dos meus olhos e aí...começo a ter um dejá-vu de um filme qualquer daqueles que se vêm várias vezes e nunca nos cansamos de os repetir.

O filme começa....já sei o que vai acontecer...mas mesmo assim a minha desatenção não acontece, vejo tudo, segundo a segundo como se fosse uma primeira vez.

Respiro fundo, fecho os olhos e dou comigo já a assistir ao filme...sim, de olhos fechados para ter uma maior perceção dos acontecimentos.

 

Shiuuuu....não façam barulho, não quero perder nenhum minuto desta película que mais parece cinematográfica e que até hoje, e depois de tantas vezes vistas ainda não descobri o título. Talvez os meus leitores me possam ajudar na descoberta.

As personagens principais só são duas...um homem e uma mulher. O cenário onde decorre a maior parte das gravações é num quarto de motel.

E já estão a pensar que se tratará de um filme porno erótico, certo??

Suas mentes preversas...

Não, o filme é uma mistura de erotismo, drama, ação e comédia também.

Assistam então:

 

Ambos entram no quarto com muita vontade de...contracenarem!

Ela pousa as suas coisas na mesa e espreita pela cortina, decidem deixa-la ficar fechada...ele vai ao encontro dela apreciando em si cada centímetro de pele, ela está provocadora com uma camisolinha que aperta atrás do pescoço deixando-lhe os ombros e a maior parte das costas a nú. Entre os seios, a camisola tem uma espécie de buraco onde dá para ver que ela não está a usar soutien....ela gosta de provocar...ele gosta de ser provocado, principalmente assim tête à tête.

E carinhosamente abraça-a contra o peito dele, sentido-lhe as costas desnudadas enquanto deposita nela um beijo cheio de desejo e saudade, mais parecia ser um encontro de namorados, amantes talvez...

Ela deixa-se beijar, mas só por breves instantes, nunca gostou de se entregar assim tão facilmente, gosta de dar luta, gosta de dificultar-lhe os acessos, ele já a conhece bem a estratégia dela.

 

Como???

Querem que avance para a parte mais excitante do filme????

Que impacientes hoje estão, tenham calma.

Ok ok....vou tentar fazer um resumo...porque o filme tem uma duração aproximada de 5 horas.

Bem resumido é assim:

 

Sentados no sofá, ele decide que desta vez não irá ser o submisso e começa a dominar a situação, envolve-a nos braços, começa a percorrer-lhe o corpo, beija-a intensamente, e começa a tentar-lhe despir a roupa, a parte de cima seria fácil, bastaria puxar-lhe uma espécie de cordão atrás do pescoço e a camisola caía-lhe, agora na parte de baixo havia um botão que tinha que ser desapertado e ela gostava mesmo de dificultar-lhe essa tarefa.

Ele começa a reagir de uma forma selvagem, justificando-se que tudo aquilo se devia às inúmeras provocações constantes que ela tivera feito nos ultimos dias...provocou-o agora ele iria vingar-se.

A fome e sede de vingança apoderam-se dele. Deita-a de costas para baixo, senta-se em cima do ventre dela imobilizando-a e de braços para trás consegue finalmente desapertar-lhe aquele maldito botão. Ela claro, reage, tentando sair de baixo dele, arrastando-se e quando pensava já ver-se livre dele, ele vira-a de costas põe-na de quatro desce-lhe aquelas calças brancas até aos joelhos, e para que ela não lhe escape mais, penetra-a brutamente, fazendo com que ela solte um gemido. Sentindo-se culpado ainda lhe pergunta: "magoei-te?"

Ao qual ela responde "não".

Ele continua: "era bem feita que te tivesse magoado andas a pedi-las há muito"!!

Isso tudo, o vilão não estava para brincadeiras e queria possuir aquele corpo o mais rápido possível, o desejo apoderou-se dele e já não havia nada a fazer. Tinha a faca e o queijo na mão, agora era só deliciar-se e saciar-se.

Possuiu-a no sofá de quatro, contra a parede, na cama, no chão e na cama de novo onde dão por fim a primeira parte do filme.

Suados daquelas investidas brutais, dirigem-se à casa de banho onde se refrescam debaixo do chuveiro por tempo inderteminado, ensaboam-se um ao outro, ele agora mais meigo, já nao parecia ser a mesma pessoa  de à momentos atrás.

Deixaram-se ficar por ali, estava-se bem...ele ensaboava-lhe e esfregava-lhe o sexo dela vezes sem conta...estimulando-a para a segunda parte do filme que já se previa onde iria acontecer....

Exatamente aí...no chuveiro!!

Ela agacha-se e enquanto a água do chuveiro lhe escorre pelas costas abaixo, vai de encontro ao membro dele, tentando ressuscita-lo.

E para espanto dela, ele já estava de novo à espera dela, quase prontinho para o novo ataque.

Abocanhou-o vezes sem conta, ajoelhou-se e começou a rezar a sério. Levanta-se e é virada de costas pelo vilão onde de novo se apodera do corpo dela, investindo-a contra a parede no chuveiro...

Decidem sair...limpam-se e agora virá aquela parte mais profunda e intensa do filme onde tudo aquilo que não se fez na primeira parte, irá ser feito agora, naquela cama.

Deitado, ela continua a abocanhar-lhe o sexo hirto, põe-se em cima dele para que ambos possam apreciar aquele número fantástico que se chama 69. Acariciam-se vezes sem conta, deixam soltar gemidos, soltam palavras loucas de tesão e ela quer senti-lo de novo dentro dela.

Sobe pra cima dele e agora quem comanda é ela, cavalgando nele...feito uma louca...

Ele não consegue tirar os olhos dela, adora todas aquelas expressões de loucura, excitando-o ainda mais. Gosta dela assim tesuda, completamente fora de si e com ele dentro dela.

Os movimentos eram sincronizados, o encaixe perfeito, o tesão era mais que muito e só se desejava mais um orgasmo.

Mas ela quando parecia que ía explodir, a safada travava, gostava do que fazia e sabia bem como o fazia, exigindo dele, mais ainda, fazendo com que ele tivesse que travar também.

Se era para foder...fodia, e ele adorava que ela o dominasse assim!

Não querendo aguentar mais, ambos explodem num orgasmo intenso e suado, onde ela roucamente grita o nome dele.

E a segunda parte do filme já era.

Cansados??

Querem ir fazer um xixi???

Ok, vão lá, porque as personagens do filme também foram fazer o mesmo, enquanto negoceiam com a produção o preço do filme e só aí se saberá se haverá ou não terceira parte.

 

Bem, feitas as negociações ambas as personagens dão entrada de novo no cenário principal...o quarto!

Visto que a cama já estava mais que ensopada de suor, vão de novo para o sofá, onde desta vez já bem mais calmos, trocam entre si diálogos sobre isto e aquilo, conversas já habituais entre eles e que só as conseguem fazer depois de umas quantas bem dadas....ups..agora fui mesmo brejeira, espero não ter sido parola.

E no vai e vem de conversas intercaladas o raio do vilão desperta de novo, usando as suas armas para conseguir despertar a sua companhia que agora se encontrava mais serena que nunca.

Ele deixando-a falar e escutando-a, usava as mãos para a aliciar, tocava-lhe nos locais mais sensíveis. Ela tentava manter-se firme não reagindo, mas o certo é que aquilo já começava de novo a dar-lhe vontade para mais.

Abraçados de lado e ela já de cuecas vestidas e vá-se lá entender o porquê de as ter vestido, ele começa a brincar com elas, fazendo-lhe alguns desvios para que possa introduzir um dedo dentro delas, e depois dentro dela! Aquele vai e vem de dedadas, aqueles roços constantes entre eles, ressuscitaram a tesão que parecia já ter morrido de vez.

Ela deitada naquele sofá largo, viu-se de novo com o vilão em cima dela, quase que obrigada a chupar-lhe o pau, enquanto ele a acomodava colocando-lhe as almofadas debaixo da cabeça dela para que o pudesse abocanhar melhor assim deitada.

Sai de dentro da boca dela, de lado e por trás roça o pau no rabo dela e diz-lhe que só vai encostar...ao qual ela não acredita, já sabe que nos minutos a seguir ele vai estar todo esticadinho dentro dela de novo e aí as investidas dão-se cada vez mais e mais e mais....até que ambos explodam de novo!!

 

 

Agora, lamento informar, mas dá-se por encerrado este filme, não porque as personagens não fossem capaz de mais, mas porque o cameraman, distraído com a tesão que as gravações provocaram em si, deixou cair a camara ao chão e não podemos dar continuidade.

publicado por Palomina às 14:39 link do post
15 de Julho de 2013

Hoje a tarde foi assim...


 
publicado por Palomina às 22:54 link do post
15 de Julho de 2013

Desejo-vos uma ótima semana, toda ela cheia de coisas boas, porque até o tempo é nosso aliado para que andemos bem dispostos.

E caso, algo ou alguém vos tente tirar essa boa disposição...não deixem que isso aconteça, cantando como este miúdo...la la la la la la......la la la la la....la la la la la la....

publicado por Palomina às 00:04 link do post
12 de Julho de 2013

 

"És fogo que arde,

que me consome,

que me domina,

que me controla,

que me enlouquece

mas não queima

simplesmente vira vício

vira entrega total

vira loucura de te querer

de te ter, de te possuir

és fogo, és paixão,

és desejo que arde,

que não destroi

apenas provoca

belos gemidos

loucos orgasmos

permutas sinceras

és fogo que arde..."

 

João Carlos Aleixo em «Devaneios»

publicado por Palomina às 13:36 link do post
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
18
20
25
27
28
29
30
31
subscrever feeds
arquivos
2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

Blogs da concorrência que sigo
Wolf
Posts mais comentados
165 comentários
110 comentários
110 comentários
107 comentários
102 comentários
99 comentários
99 comentários
99 comentários
93 comentários
Nota:
Todas as imagens deste blog são retiradas da internet.
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
https://verdade-rigor-honestidade-diferente.blogsp...
Adoro usar um masturbador enquanto leio os contos ...
Eu levo minha namorada pras casas de swing todo mê...
E já agora, este blog está inativo, caso queiras c...
Olá Popeye!Não sei se sabes mas respondeste em ano...
Desculpa, apenas uma nota. este mail é também o me...
Olá Palomina,Gostava de te agradecer o texto. Agra...
Olá,Estou neste momento a elaborar a minha dissert...
visitem as minhas sex shopswww.prazer4u.orgwww.pra...
Já lá fui, e vou linkarOnde posso seguir.deixa rec...
blogs SAPO