Amargo e Doce Desejo
"O desejo é uma força poderosa que pode ser usada para fazer as coisas acontecerem!"
28 de Fevereiro de 2013


Num reino não muito distante daqui, vivia um rei careca, todo emproado, que mais parecia um coronel daqueles que contracenavam na novela Gabriela.

Era tão cabeça empinada e autoritário que por onde passava todos lhe faziam vénias, ao mesmo tempo que lhe chamavam nomes baixinho, sem que ele se apercebesse, tais como: marsápio, gaita de foles, estique la pice, tringalho, bacamarte, mangalho, entre muitos outros.

Certo é, que era um membro muito importante, e quando ditava regras, tinham que as cumprir, senão castigava os seus súbditos do sexo masculino, obrigando-os a escovar os seus fortes cabelos encaracolados que ao contrário do normal, existiam por baixo do seu pescoço e que cheiravam muito mal.

Quanto ao castigo das súbditas era diferente, obrigava-as a lamberem-lhe o pescoço até à cabeça até que o rei esporrasse espirrasse.

Naquele reino ninguém gostava dele, devido à sua arrogância e imperiosidade, exceto uma senhora muito malévola que apelidavam de Dona Vaginez e também ela toda emproada.

Era muito exigente, e todos aqueles que quisessem entrar em sua casa, que por sinal eram muito poucos, porque ela escolhia-os a dedo, tinham que ter alguns requisitos impostos por ela mesma.

Tinham que passar no tapete que ela propositadamente punha à sua entrada, para que certas poeiras ficassem cá fora, e, todos que a visitavam tinham que ir de cabeça erguida, senão ela não permitia a sua entrada.

Certo dia o rei Careca, decidi fazer uma visita à Dona Vaginez. Sentia necessidade de trocar algumas palavras e atos com ela. Era a sua confidente predileta, sabia que com ela, podia escancarar tudo o que lhe apetecesse.

Já em cima do tapete da entrada da casa da Dona Vaginez, prepara-se para entrar. Ele nem sempre entrava da mesma forma, umas vezes lentamente, outras, entrava e saía várias vezes e outras, entrava com uma rapidez nunca vista.

Naquele dia, esperou como sempre que os dois mordomos da Dona Vaginez lhe abrissem as entradas principais, um de cada lado, para que podesse entrar com o seu pescoço todo esticado, fazendo-se notar a sua rigidez.

Dona Vaginez ao sentir-se "invadida" pela entrada rigida do Rei careca, solta um pequeno gemido rezingão, devido à sua brutalidade, dizendo:

" - Mas que modos Senhor Rei Careca, nem licença pediu para entrar na minha rachona."

Rachona era a divisão onde Dona vaginez recebia os seus convidados mais importantes.

O Rei resignando-se responde: " - Peço perdão pelos modos e como tal faço questão de sair e tentar entrar de novo como a Dona Vaginez gosta, aceita?"

Dona Vaginez responde: " - Claro que não me importo, terei todo o prazer ao senti-lo a entrar de novo e com outros cuidados na minha húmida rachona."

" - Muito bem." - comentava o Rei. " - Dona Vaginez dá licença que entre na sua rachona???" - perguntava o rei ainda com o pescoço mais esticado do que na primeira vez que entrara nela.

" - Claro que dou, entre,  use e abuse da minha rachona como se fosse sua." Ao mesmo tempo que ordena aos mordomos que abram alas para o Rei entrar.

O Rei já todo pimpão dentro da rachona da Dona Vaginez, sente-se meio atordoado e começa às cabeçadas contra as paredes da rachona, ora para a frente, ora para trás, vezes seguidas sem conta. Dona Vaginez aprecia deitada sem saber bem o que o rei estava a fazer, o certo é que aquilo estava a proporcionar-lhe prazer e deixou-se ficar ali a observar.

O rei não parava de dar cabeçadas contra as paredes, parecia que estava a explorar um poço de petróleo, mas não encontrava nem o fundo, nem o petróleo, já nervoso e pulsante suava e gritava:

"  - Dona Vaginez, estou quase a conseguir, já sinto o cheiro!"

" - Esteja á vontade meu rei, use a abuse da rachona, afinal ela serve é para isso mesmo." - respondia-lhe Dona Vaginez, enquanto assistia os mordomos a coçarem-se por dentro das calças e vá-se lá entender o porquê.

A dada altura o rei começa a gritar eufórico:

" - Vem aí, vem aí....ai estou quase a conseguir....conseguiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii...!"

E dá-se uma explosão dentro daquela rachona que já pingava por todos os lados, juntamente com a careca do rei.

Dona Vaginez ao sentir a sua rachona toda besuntada por algo viscoso e de um tom esbranquiçado, fica em pânico e ordena aos mordomos que acompanhem o Rei até à saída, para que se pudessem fazer limpezas.

Este por sua vez, já com as rodas vazias e o pescoço encolhido, sai sem nada dizer.

 

Agora desafio todos os leitores que por aqui passem, caso queiram e possam, dêm continuidade a este conto da minha autoria.

 

 
publicado por Palomina às 14:57 link do post
27 de Fevereiro de 2013

publicado por Palomina às 15:31 link do post
27 de Fevereiro de 2013


"Sobe para cima da cama

Nua, abre essas nádegas a mim Palomina

Quero-te chupar toda até ao orgasmo

Quero ver o teu liquido quente a escorrer por essas pernas..."



 
publicado por Palomina às 14:01 link do post
música: Muse - Undisclosed Desires
26 de Fevereiro de 2013

publicado por Palomina às 22:50 link do post
26 de Fevereiro de 2013

Se tenho valores?

Tenho.

Se tenho moral?

Tenho.

Se sou bem educada?

Sou.

 

Mas....

Tudo isso é esquecido quando a tentação e o desejo são muito fortes.

Porque tudo pode começar num simples beijo...

E depois outro...e outro...

Até que...

Roupas são despidas...

O juízo perde-se...

E a satisfação é certa!

 

E no dia seguinte, só resta a vontade crescente de...

Querer repetir...!

publicado por Palomina às 14:46 link do post
25 de Fevereiro de 2013

 

‎"Fica comigo.
Só hoje, não me deixes sozinho.
Não me apetece ficar em silêncio comigo mesmo.
Fica comigo hoje.
Deixa-me deitar ao teu lado e pousar a minha cabeça no teu ombro.
... Apetece-me apenas fechar os olhos e ficar quieto, sem pensar em nada.
Estou cansado e tu sabes o quanto eu preciso de aquietar o meu corpo.
Tu conheces-me como mais ninguém me conhece.
Fica comigo e vê um sorriso nascer nos meus lábios enquanto descanso.
Adoro o teu cheiro e as palavras que me vais sussurrando ao ouvido, palavras que falam de sentimentos há muito esquecidos e agora recuperados no tempo.
Por favor, fica comigo.
Só hoje fica mais uma vez comigo.
Não me deixes sozinho.
Quero tanto que fiques ao meu lado. Só hoje.
Amanhã vou sentir-me seguramente mais forte.
Mas hoje pensa apenas em mim. Envolve-me nos teus braços.
Só hoje aceita a minha fragilidade e deixa-me contar contigo.
Por favor, fica comigo.
Não me deixes sozinho.
Ouve o meu pedido. Acede ao meu grito. Tranquiliza o meu coração.
Só hoje deixa a minha Alma tocar mais uma vez na tua e façamos uma balada em nome do Amor.
Por favor, fica comigo.
Só hoje.”
José Micard Teixeira
publicado por Palomina às 22:14 link do post
22 de Fevereiro de 2013

E se de repente alguém se levanta, dirige-se a ti e dá-te um beijo nos labios??

Isso é o quê???

 

publicado por Palomina às 14:21 link do post
música: Beijo - Pedro Abrunhosa
21 de Fevereiro de 2013

Quem foi que disse que o cinema servia só para ver filmes e comer pipocas???

Também serve para outras coisas, principalmente quando na sala existem só duas pessoas.

 

publicado por Palomina às 21:26 link do post
música: Rita Lee - Flagra
20 de Fevereiro de 2013

publicado por Palomina às 14:41 link do post
19 de Fevereiro de 2013

 

 

Ou estão a ver o mesmo que eu??

 

publicado por Palomina às 22:35 link do post
19 de Fevereiro de 2013

 

 
Ela procurou...

Ele encontrou.

Ela pegou...

Ele deixou.

Ela beijou...

Ele gostou.

Ela viveu...

Ele viveu com ela...

Uma grande paixão

Ou seria ilusão??

 

E o tempo passou

Ninguém suspeitou.

Ele afastou...

Ela chorou.

Ele temeu...

Ela gemeu.

Ele amou...

Ela suplicou...

Que a ajudasse...

E se afastasse.

 

Ele tentou...

Mas não suportou.

Ela implorou...

E também fracassou.

Ele recomeçou...

Ela deixou.

Ele sorriu...

Ela sentiu...

Uma enorme ansiedade...

De matar...aquela saudade!!

 

publicado por Palomina às 13:55 link do post
18 de Fevereiro de 2013

Como de vez em quando também gosto de falar de coisas sérias, vou aproveitar e partilhar convosco um pouco o meu lado que muitos de vós desconheceis.

Esta Palomina que escreve neste blog, a mulher atrevida, audaz, misteriosa, brincalhona, etc...etc....também tem coração e às vezes muito sensível.

Daí tentar por este meio sensibilizar-vos para algo que hoje em dia já começa a ser muito comum aos nossos olhos.

E estou a falar-vos de quê?

Das mais diversas doenças, sejam elas cancros, leucemias, etc...que já afetaram alguém nosso conhecido, familiar, etc, etc...

Não fiquemos indiferentes, ajudemos o próximo, mesmo sem sabermos quem, porque poderá surgir um dia em que sejamos nós a precisar dessa ajuda.

Só precisam de:

  • Ter entre 18 e 45 anos;
  • Peso mínimo de 50 kg;
  • Altura superior a 1.5m;
  • Ser saudável;
  • Nunca ter recebido transfusões de sangue após 1980.

Façam como eu...doem medula!!

 

"O que não te mata, fortalece"

 

publicado por Palomina às 14:22 link do post
15 de Fevereiro de 2013

 

Fecho os olhos por breves momentos...

Sonho e imagino...

Faço uma viagem alucinante...

E sinto mais uma presença.

Sinto alguém atrás de mim...

Pedindo-me que me levante

Para que me possa despir.

Beija-me o corpo...

Descendo por ele...

Deixa-se passear devagar...

Nas minhas costas...

Com a sua língua molhada...

Quente e cheia de desejo.

E continua a descer um pouco mais...

Fazendo com que o meu corpo...

Se arrepie de prazer.

E a minha boca geme baixinho...

Mexo a anca...fico agitada...

Enlouquecida...

Querendo sentir (te)...

Em mim.

Essas mãos percorrem-me...

Dedilham-me o corpo...

Que treme e súplica por mais.

Atendes-me com gosto...

A cada pedido dele...

Continuando a percorrer-me...

Sem ficar esquecida...

Nenhuma paragem...

Desta viagem deliciosa...

E...imaginária!

 

publicado por Palomina às 14:13 link do post
14 de Fevereiro de 2013


 


Sim, eu sei, hoje é dia dos namorados!

Se bem que para mim dia dos namorados são todos os dias em que beijamos quem amamos, em que  abraçamos, em que sorrimos...etc...etc...!!

E por isso mesmo escrevi um texto dirigido a uma pessoa (ela saberá quem é).

 

Para que este texto seja lido com mais significado e emoção peço que ponham a música a tocar, antes de o começarem a ler.

 

Dizem que nada acontece por acaso, tudo tem uma razão para que aconteça, mesmo que não a consigamos ver.

 

Não crescemos juntos, não brincamos juntos, não estudamos juntos....as nossas vidas existiam em anonimato um para o outro, até que, algo ou alguém...chamemos-lhe destino se encarregou de nos aproximar. Ou será que fomos nós mesmos??

Aí, sem sabermos, aos poucos fomos dando a conhecer um ao outro a nossa maneira de ser e agir, até nos apaixonarmos...fazendo com que nos entregasse-mos um ao outro de corpo e alma numa confiança plena e total.

As nossas vidas podiam ter sido diferentes, podiamos ter planos em conjunto até sermos velhinhos...mas, a vida é um mistério e não nos quis cruzar antes, coisa que nunca iremos saber o porquê.

E de nada nos adianta imaginar o que seria se...

Sei que aquilo que não vivemos juntos no passado, de uma ou outra forma tentamos fazê-lo agora, e talvez com um sentimento mais profundo.

Porque nós, não existimos apenas, nós vivemos e por isso mesmo estamos aqui os dois a desfrutar um dos lados bons desta vida com a máxima intensidade possível, pois foi ela mesmo que se encarregou de nos proporcionar tudo isto. Chamemos a isso o que quisermos...paixão, loucura...não importa o nome que tenha, mas sim o que sentimos.

Importante é, sabermos que cada um de nós sabe ocupar o seu lugar, dando o melhor de si mesmo e importante também é sabermos reduzir os riscos ao máximo para que ninguém possa sair magoado desta loucura!

Sei que não te pertenço, de igual modo sei também que não me pertences, a não ser quando estamos os dois juntos face to face....nessas ocasiões somos um do outro e ninguém nos pode negar isso, venha quem vier.

Estas palavras são para quê???

São para te dizer que incondicionalmente do que já aconteceu e do que ainda possa vir a acontecer estarás sempre no meu coração, na minha memória e quero-te agradecer por em momento algum não teres resistido à tentação de te deixares mostrar e envolver com a minha pessoa, porque se o tivesses feito, hoje o meu pensamento não chegaria a este cume de revelação tão íntima que é o meu ser, e concerteza eu seria um pouco diferente daquilo que sou hoje.

O meu muito obrigado.

E....um feliz dia dos namorados.

 


 
publicado por Palomina às 12:38 link do post
13 de Fevereiro de 2013


publicado por Palomina às 12:39 link do post
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
16
17
23
24
subscrever feeds
arquivos
2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

Blogs da concorrência que sigo
Wolf
Posts mais comentados
165 comentários
110 comentários
110 comentários
107 comentários
102 comentários
99 comentários
99 comentários
99 comentários
93 comentários
Nota:
Todas as imagens deste blog são retiradas da internet.
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
https://verdade-rigor-honestidade-diferente.blogsp...
Adoro usar um masturbador enquanto leio os contos ...
Eu levo minha namorada pras casas de swing todo mê...
E já agora, este blog está inativo, caso queiras c...
Olá Popeye!Não sei se sabes mas respondeste em ano...
Desculpa, apenas uma nota. este mail é também o me...
Olá Palomina,Gostava de te agradecer o texto. Agra...
Olá,Estou neste momento a elaborar a minha dissert...
visitem as minhas sex shopswww.prazer4u.orgwww.pra...
Já lá fui, e vou linkarOnde posso seguir.deixa rec...
blogs SAPO